Iluminação é simplesmente um meio de tornar mais clara as área ou espaços. As duas opções básicas são aquelas produzidas por energia elétrica ou luz natural propriamente dita. O produto da luz em combinação com outras variáveis, tais como nível de sombra, quantidade de luz refletida das superfícies e sua cor, resultam na iluminaçao. A iluminação é medida em foot-candles. Brilho é a intensidade luminosa de qualquer superfície e é medida em foot-lambert. Reflexo, que é uma importante consideração na educação física e nas instalações de esportes, não é nada mais do que excesso de claridade.

Zoom Iluminação Estádio

Em complemento à quantidade de luz em uma determinada área, a qualidade de luz é de igual importância. Fornecer iluminação eficiente é complicado e representa um desafio. Para a obtenção de máxima eficiência, são recomendados serviços de engenharia especializados. Ginásios, salas de aula, corredores e outras áreas específicas têm diferentes requisitos de iluminação. O planejamento para a iluminação elétrica requer que cada área seja considerada em relação a seu respectivo uso.

O foot-candle é a medida de intensidade luminosa num determinado ponto. A intensidade luminosa medida em foot-candles é fator vital para o conforto visual, mas a intensidade deve ser considerada em relação ao equilíbrio luminoso oriundo de todas as fontes de iluminaçao e superfícies refletivas dentro do campo visual. No Brasil, utiliza-se normalmente o lux como medida de intensidade luminosa: 1 foot-candle é aproximadamente igual a 10 lux.

O fator de reflexão de uma superfície é a porcentagem de luz refletida pela mesma. Para manter o equilíbrio entre a quantidade e a qualidade da luz, todas as superfícies de um ambiente devem ser relativamente claras e com acabamento mais fosco do que brilhante.

O foot-lambert é o produto da iluminaçao em foot-candles e o fator de reflexão da superfície. Por exemplo, 40 foot-candles, atingindo uma superfície com reflexão de 50%, produzirá uma intensidade luminosa de 20 foot-lambert (40 x.50 = 20). Esses valores são necessários quando se computam diferenças de claridade para a obtenção de um campo de visão equilibrado.

Zoom Iluminação Estádio 2

Instalação de Sistema de Iluminação

Iluminação de arenas, ginásios e outros espaços de atividades físicas necessitam um mínimo de 7.00 m livres acima da superfície de jogo, de modo que não interfiram com os espaços verticais estabelecidos oficialmente para esportes em recintos fechados. Os sistemas de iluminação são geralmente de dois tipos: a iluminação direta e a indireta. Sistemas de iluminação direta são orientados diretamente para o solo. Sistemas de iluminação indireta são direcionados para outros pontos que não o solo, ou seja, para as paredes ou teto com o cuidado de reduzir ofuscamento. A luz indireta é mais cara de operar porque a cada reflexão a luz diminui. Por essa razão, mais energia é consumida com luz indireta, quando comparada com a luz direta, para se obter a mesma iluminação final da área. Ambos os sistemas devem atender ao nível requerido de lux sem causar sombras ou reflexos. Os tipos de iluminação incandescente, fluorescente, vapor de mercúrio, metal halide, quartzo ou vapor de sódio, dependerão provavelmente do tipo de espaço e da maneira que o mesmo será utilizado. O estilo das luminárias tem mais a ver com estética do que com funcionalidade, embora as vantagens e desvantagens da estética versus a funcionalidade são sempre um fator a considerar.



Uso de Luz Natural

Janelas e outros materiais translúcidos permitem a entrada de luz em uma instalação. A luz natural reduz os custos operacionais e melhoram a estética dos espaços fechados. O principal problema com janelas é que se torna muito difícil controlar o reflexo que elas deixam penetrar. Evite janelas em qualquer atividade em que a acuidade visual é fator importante para atividades de aprendizagem, habilidade e segurança. Contudo, existem outros materiais translúcidos que atendem ao seguinte:

  • Proporcionam altos valores de isolamento, reduzindo perda de calor durante os dias frios e/ou ganho de calor durante os dias quentes.
  • Provocam difusão da luz que penetra, reduzindo reflexos.
  • Proporcionam maior resistência à quebra de modo que é mais seguro usar em espaços onde estilhaços de vidro representam sérios problemas de segurança.

Materiais translúcidos não são perfeitos. Blocos ou painéis translúcidos em uma área de alta umidade permitem que a umidade condense na superfície interna quando está mais frio do lado de fora, não permitindo visão clara de imagens exteriores. As janelas podem também ter “brize soleils” , sistemas de abertura, cortinas ou “blinders”, os quais contribuem para controlar os reflexos e ainda podem melhorar os níveis de isolamento.



NIVEIS DE ILUMINAÇÃO RECOMENDADOS PARA ESPAÇOS COBERTOS

AtividadeLUX
  • Exibições    
  • 500
  • Exercícios em geral
  • 350
  • Recreação
  • 350
  • Danças
  • 50-500
  • Vestiários
  • 300
  • Ginástica
  • 500
  • Basquetebol
  • 800
  • Tênis
  • 700
  • Esgrima
  • 700
  • Handebol
  • 700
  • Squash
  • 700
  • Voleibol
  • 500
  • Sala de Musculação
  • 500
  • Sala de lutas
  • 500
  • Defesa Pessoal
  • 700
  • Piscinas
  • 50
  • Toaletes e Chuveiros
  • 300

    NÍVEIS DE ILUMINAÇÃO PARA ESPORTES AO AR LIVRE

    Atividade LUX
  • Tiro ao Arco
  • 100
  • Badminton
  • 100
  • Beisebol
  • 200 – 300 (infield)
  • Basquete
  • 300
  • Hockey
  • 300
  • Handebol
  • 100
  • Futebol
  • 300
  • Rugby
  • 300
  • Skate
  • 300
  • Tênis
  • 300
  • Voleibol
  • 200


    Média Comparada de Lumens por Watt




    Tipos de lampadas

    A luz incandescente é instantânea, queima sem ruído e não é afetada pelo número de vezes que se liga e desliga. As lâmpadas são consideravelmente baratas e fáceis de trocar. Dentro de certos limites, podem variar de tamanho para um determinado tipo de luminária. Contudo, têm um brilho pontual excessivo e geram bastante calor, o que pode se tornar um problema quando altos níveis de iluminaçao são necessários. As lâmpadas fluorescentes têm a vantagem de longa vida útil e produzem 2 ½ vezes mais luz do que as lâmpada incandescentes para uma mesma quantidade de corrente elétrica. Elas freqüentemente são utilizadas em antigos prédios para elevar o nível de iluminação, sem a necessidade de instalação de nova fiação

    A iluminação a vapor de mercúrio é cara em termos de custo inicial de instalação. O custo total é menor do que o da iluminação incandescente. A principal objeção à lâmpada de vapor de mercúrio é a sua cor azulada. Contudo, quando a luz incandescente é usada em complemento à de vapor de mercúrio, resulta num sistema de iluminação altamente satisfatório. As lâmpadas a vapor de mercúrio estão desaparecendo em favor das lâmpadas de metal halide.

    As lâmpadas de metal halide não duram tanto quanto as lâmpadas a vapor de mercúrio, mas produzem mais luminosidade e operam com mais eficiência. Essas lâmpadas não apresentam aquele tom forte de azul das lâmpadas a vapor de mercúrio.

    Lâmpadas de quartzo e lâmpadas de sódio a alta pressão são lâmpadas para instalações ao ar livre. Somente há poucos anos elas passaram a ser utilizadas em ambientes fechados. As lâmpadas de quartzo não são muito diferentes das incandescentes, exceto por apresentarem uma suave cor bronzeada e são ligeiramente mais eficientes. A iluminação com lâmpadas de sódio a alta pressão tendem a ser a iluminação do futuro para atividades em ambientes fechados. Essas lâmpadas são de alta durabilidade, são extremamente eficientes e produzem mais emissão luminosa se comparadas às mencionadas anteriormente. O único problema com as lâmpadas de sódio a alta pressão é sua peculiar tonalidade amarelo bronzeada.